quinta-feira, 3 de abril de 2014

Clareamento dental somente com orientação do Cirurgião-Dentista!


Os agentes clareadores dentais são produtos bastante utilizados atualmente, porém podem trazer riscos que não são muito bem conhecidos pelos usuários. 
Hoje em dia é possível encontrar nas prateleiras das farmácias vários produtos que prometem clarear os dentes, desde pastas de dente a géis clareadores. 
A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pretende colocar em discussão que determinados clareadores que contenham peróxido de hidrogênio e de carbamida em concentrações superiores a 3% sejam vendidos apenas com prescrição odontológica, para evitar este uso indiscriminado, sem supervisão do dentista, que pode prejudicar a saúde bucal. 
Estabelecendo como obrigatória a expressão "Venda Sob Prescrição Odontológica" nos rótulos dos produtos. 
Os riscos de uso sem acompanhamento profissional podem ser sensibilidade dentária, alteração da superfície do esmalte, dano periodontal e pulpar, entre outros. 



Temos o exemplo destas fitas clareadoras da Oral B, que na própria embalagem diz "Mesmo ingrediente utilizado por dentistas" e "Não causa dano ao esmalte". Este produto traz peróxido de hidrogênio em sua composição e pode sim causar danos aos dentes e gengivas.

Aqui há um relato de quem utilizou, no Blog OdontoDivas.
E para saber mais sobre a proposta da Anvisa.